O NIRVANA DOS PRETOS VELHOS

Por: Ricardo Chioro

(Parte deste texto é canalizada dos Mestres Ascensos)

Lembro-me que minha amiga Cristina, contou-me que os pretos velhos são espíritos que passaram pela escravidão e se iluminaram, atingiram o nirvana.

Ela contou que eles não se iluminaram por causa do sofrimento, mas sim porque como não tinham nada, apenas o emocional, se apegaram com todas as forças à seu emocional e atingiram a esse despertar.

O emocional é luz.

Passeando certa vez por um shopping pude ver uma exposição muito interessante, que foram à apresentação de fotos tiradas de escravos da época da escravidão, fiquei surpreso ao descobrir que já podiam tirar fotos naquela época, e apresento para vocês algumas dessas fotos:

 

O que me chocou, foi que a expressão dos escravos era horrível em todas as fotos.

Imaginem uma pessoa que está passando por um sofrimento horrível em sua vida, essa era a expressão de todos os negros, em todas as fotos, baseado neste fato, penso que o horror em suas vidas era algo constante.

Odeio filmes de drama, notícias ruins em jornais, coisas tristes, não sabia por que essas fotos mexeram tanto comigo, sendo que é uma coisa da qual tenho aversão.

Quando fui visitar um amigo que gosta de assuntos relacionados a cultura, achei que fosse interessante para ele essa exposição, só que ele é médium 24h, você fala com ele e ele é capaz de te dar informar a seu respeito o tempo todo, coisas que te ajudam, então ele disse: são escravos que possuíem a alma livre.

Tenho a mediunidade de visualizar a energia, e quando pude analisar o que ele falou com o que eu tinha vivido, percebi que é por isso que as fotografias haviam me fascinado tanto, meu subconsciente captou a alma livre deles.

Voltando novamente para ver a exposição pude notar mais coisas, coisas boas no emocional dos escravos.

A foto em que um daqueles escravos estava parado ao lado do transporte que se usava para levar as pessoas de um lado para outro, e têm uma mulher saindo daquela carroça humana, percebi que o escravo estava exausto, mas repleto de amor.

Em outra foto havia um negro em idade avançada que estava em êxtase.

Os pretos velhos da Umbanda não são necessariamente negros, e não são velhos, só se apresentam dessa maneira porque eles vêm representar a raça negra, criando boas referências a ela, praticando o bem e a caridade, e velho significa sabedoria.

Vendo aquele velho em êxtase pensei: talvez ele fosse um iluminado, um santo.

Talvez os pretos velhos também se apresentem com velhos, porque talvez fosse nessa idade que atingiram o nirvana.

Também me ensinaram que os pretos velhos têm a missão de curar o emocional, pois possuem um grande conhecimento neste aspecto, já os caboclos é que têm a missão de curar o mental.

Agora é que entendi porque é assim, porque a escola espiritual deles foi totalmente emocional.

Achei essa experiência incrível.

É importante que se esclareça que o caminho dos caboclos não foi puramente mental, ele foi recheado de emoções que comandavam os seus raciocínios.

 

Voltar   -   Menu   -   Livro de Visitas